terça-feira, 7 de junho de 2011

Mensagens Familiares Psicografadas


Chico Xavier tornou famosas as cartas psicografadas onde espíritos que deixaram a Terra há relativo tempo, vinham dar notícias e consolar os familiares que aqui ficaram.

Mas, mais do que a simples curiosidade de uns, mais do que simplesmente receber a notícia, ou a prova, da imortalidade da alma, tais epístolas vinham como que um chamado de Jesus - por intermédio de um ente querido que se foi para o Mais Além - convidando os encarnados, destinatários ou não destas, à observância dos preceitos do Evangelho e a valorização dos tesouros espirituais.

Hoje persistem alguns médiuns na tarefa de consolar famílias (notadamente dois dos médiuns atuantes em Uberaba - MG), consolar mães e pais que perderam seus filhos, amparar filhos que perderam seus pais, aplacar a dor de esposas e esposos que ficaram na viuvez...

Do ponto de visto do fenômeno mediúnico da psicografia, vale dizer que nenhum médium atual se compara a Chico Xavier, visto ser a sua uma faculdade mediúnica missionária, de caráter excepcional, coisa que, analisando sua trajetória de vida, podemos depreender.

Voltando ao tema central desse artigo - que não é discutir sobre o fenômeno em si, mas sim sobre suas consequências - cremos piamente de que mais do que consolar, tais cartas são importantes por despertar nas pessoas a crença na imortalidade, ou seja, colaborar com a espiritualização das criaturas, além de, como fora dito acima, nos chamar a vivência do Evangelho de Jesus, único caminho para a felicidade humana, seja do ponto de vista individual ou coletivo.

Apenas receber a consolação, a prova de que o nosso ente amado continua vivo, é muito pouco em comparado com o luminoso despertar para Jesus, para o Seu suave chamado nos convidando a colaborar com a obra do Evangelho na Terra, obra esta que tem caráter fraterno e solidário, que nos convida a compartilharmos o que temos (tempo, amor, paciência, paz, esperança, pão, sopa, dinheiro, etc) com quem nada disso possui.

Ledo engano crer que quem recebe a ajuda, seja ela de qualquer espécie, é o mais beneficiado.

Não, quando nos dispomos a estender o amor, esse mesmo amor volta para nós dobrado, na forma de paz e alegria de viver. Esse é o ponto crucial dos ensinos de Jesus Cristo, que são um roteiro para a nossa felicidade, felicidade esta que não precinde da espiritualização das criaturas, vez que só a consciência da nossa imortalidade e o desenvolver dos valores do espírito serão capazes de nos dar uma perpétua e imorredoura ventura, muito diferente das passageiras alegrias da Terra, todas baseadas no ter e no desfrute.

Esse, a nosso ver, é o maior benefício das psicografias familiares.


Um comentário:

Ellenkrys. disse...

Olá Vladimir,os posts estão super iluminados e cheios de informações,fico muito feliz com as suas atualizações e vc sempre vem com assuntos interessantes e muitas coisas que eu n sabia.
Como estou em busca de aprendizado,seus textos sempre são motivos de reflexão e de paz.
Vê se n pára agora heim...
Abraços e tenha uma semana iluminada.